Portal do TCE
ISO 9001
Página do TCE-MT no Facebook
Página do TCE-MT no Twitter
Feeds de Notícias do TCE-MT
Tamanho da letra: A A A

Artigos

Segunda, 1 de Julho de 2013, 00h00

Fanatismo não tem cura

Luiz Henrique Lima

A iniciativa legislativa em curso no Congresso Nacional denominada 'cura gay' é reveladora de um fenômeno preocupante: a ofensiva do fanatismo religioso sobre as instituições republicanas. Da mesma forma que é inconcebível que um elenco de aiatolás se arvore na pretensão de estabelecer novas leis da física, ou que um conjunto de rabinos decida revogar os princípios da contabilidade, não compete a um grupo de pastores parlamentares decidir se o homossexualismo é uma doença psíquica e quais as prescrições médicas recomendáveis.

Para além de sua flagrante inconstitucionalidade, essa aberração legislativa indica que não há limites ao preconceito e que certos fundamentalistas perderam completamente o pudor, utilizando seus mandatos como instrumentos de pregação de uma visão teocrática da sociedade, que desejam impor a toda a nação.

Entre outras causas defendidas por esses setores está a inclusão nos currículos escolares da teoria do criacionismo, em oposição ao evolucionismo darwinista, colocando uma interpretação literal e estreita das escrituras hebraicas em pé de igualdade com a evidência científica histórica, antropológica, geológica, biológica etc.

Como bem assinalou em recente entrevista um pastor da Igreja Cristã Contemporânea, a Bíblia deve ser lida com um método crítico-histórico, ou seja, contextualizada, considerando as circunstâncias históricas, geográficas, culturais e sociais que assinalaram o período de séculos em que seus diversos livros foram redigidos. Ademais, há também que se considerar os diversos erros de múltiplas traduções realizadas há milênios entre idiomas como o aramaico, hebraico, grego, copta, latim e outros. A observância literal de trechos isolados do Velho Testamento levaria os fiéis a, entre outros, não comer carne de porco ou camarão, a exigir a submissão das mulheres, a tolerar a poligamia, a não aparar a barba, a não plantar dois tipos de vegetais no mesmo jardim. Interpretações anticientíficas nos conduzirão às trevas medievais que condenaram Galileu à fogueira por afirmar que a Terra gira em torno do sol.

O curioso é que Jesus foi o grande Mestre que pregou o amor ao próximo, ensinando, na parábola do bom samaritano, que o próximo não é necessariamente o nosso igual, mas também o diferente. No entanto, quantos dos seus pretensos seguidores são apóstolos da exclusão! Nada disso sensibiliza os fundamentalistas tupiniquins. Rápida pesquisa na internet revela milhares de manifestações preconceituosas contra os adeptos da religião católica, denominados pejorativamente como 'idólatras', ou contra os seguidores da religião espírita, alcunhados de 'feiticeiros'. Na busca por expandir seus rebanhos, os profetas da intolerância não se constrangem de utilizar canais de rádio e televisão, que são concessões públicas e deveriam ser utilizados com finalidades educativas, de informação e de entretenimento, para disseminar visões discriminatórias contra milhões de brasileiros. Ao contrário do que muitos pensam, o episódio de um suposto bispo chutando a imagem de Nossa Senhora Aparecida não foi um fato isolado.

Repetidos incidentes de vandalismo contra templos de religiões afro-brasileiras nas regiões metropolitanas indicam que tais pregadores conseguiram alguma audiência. A passividade das autoridades é chocante. Se uma sinagoga fosse pichada na avenida Paulista seria um escândalo internacional, e com razão. Dezenas de templos de umbanda ou candomblé vandalizados nas periferias não passam de notas de rodapé nas páginas policiais. Afinal, quem vela pela liberdade de culto assegurada pela Constituição brasileira?

Tenho certeza que o malsinado projeto da 'cura gay' será derrotado. O que me preocupa é que o fanatismo está crescendo livremente no país e esse não tem cura.


E5ee2de7630ba5e8b340dddec472e6d0

Luiz Henrique Lima

Auditor Substituto de Conselheiro do TCE-MT
Graduado em Ciências Econômicas, Especialização em Finanças Corporativas, Mestrado e Doutorado em Planejamento Ambiental, Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia.
Perfil


+ ARTIGOS
Flag MT

Tribunal de Contas de Mato Grosso
Copyright © 2012

Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT
CEP 78049-915 - Horário de Funcionamento: 08h às 18h - Fone: (65) 3613-7550 - Email: tce@tce.mt.gov.br